Work smarter this fall with membership perks, now up to 50% off Upgrade now

MiloshBellemare

Bem, eu sou o tipo de pessoa extremamente sincera, gosto de tudo bem claro, não suporto e nem tenho paciência para trabalhar com coisas por de baixo do pano, falo as coisas na cara, de forma direta e a verdade, quando me perguntado é claro.
As vezes soa meio grosso, o que não é a intenção, é mais meu modo de falar mesmo, rápido e direto!=]

Sou também um cara mais quieto na minha, gosto de ficar no meu canto, ao mesmo tempo que sou também extrovertido e zôo de mais com os meus amigos, digamos que eu demoro para abrir a boca, mas quando abro... Também tenho um pouco de dificuldade para me soltar com pessoas que não conheço, oque as vezes é mal interpretado pelas pessoas criando uma primeira impressão ruim ou dando a entender que sou metido, coisa que não é verdade, talvez eu seja é um pouco tímido apesar de não me identificar com isso, talvez tenha sido algo que adquiri ao longo da vida através de más experiências com os seres humanos...

Uma outra característica minha é que sou muito orgulhoso e rancoroso, quando me sinto ofendido guardo mágoas da pessoa por um bom tempo, mas com o tempo eu vou deixando isso para lá, mesmo sendo rancoroso, sou uma pessoa com grande capacidade de perdoar, coisa que já me atrapalhou muito no passado, agora tenho que saber é escolher bem a quem perdoar.

Sarcasmo, ironia e cinismo podem ser a minha marca registrada, se em alguma ocasião eu te tratar dessa forma, não se ofenda, eu sou assim mesmo, é tudo brincadeira, mas se vc não conhece, então agradeça à Deus!=P

Tenho as minhas próprias idéias, os meus próprios gostos e forma de pensar independentemente das outras pessoas, se eu gosto de azul não me interessa se as outras pessoas gostam também ou não, portanto, ser igual ou diferente as outras pessoas para mim é uma coisa completamente indiferente, o importante é que "eu gosto de azul" e pronto, acabou.
Porém, não é todo o tempo que estamos seguros das nossas decisões e do que queremos não é mesmo? Ninguém pode ser forte o tempo todo, e é nesses momentos de fraqueza que eu me apoio em amigos e companheiros dos quais dividem gostos, opiniões, afinidades e perspectivas parecidas com as minhas, ou então pessoas que eu confio e que possuem maior conhecimento e experiência na área que necessito.

Penso e reflito de mais na minha vida e em outras coisas, o que faz com que eu pareça distraído de vez em quando (leia-se: Sempre), mas é uma coisa que garanto que vale a pena, sempre aprendemos revendo as nossas experiências e refletindo sobre nossas atitudes.
Talvez seja esse um dos motivos do porque sou esquecido, pessoas me cumprimentam na rua e eu não faço idéia de quem são, não me lembro de pequenas coisas que já me falaram e etc.

Sou um dos melhores inimigos que uma pessoa pode ter, não perco meu tempo tentando prejudicar uma pessoa que eu não gosto, elas não valem o esforço... Porém ainda sim posso ser sádico e vingativo, adorando ver quando essas pessoas se f.... Mas é claro sem ter que mover uma palha para isso.=]

Através da minha jornada pela vida para entender o ser humano, eu cheguei a uma triste, porém esperada conclusão: "O ser humano é sempre a mesma bosta, a única coisa que muda é de nome e endereço", infelizmente tenho que concordar com Thomas Hobbes, quando ele diz que o ser humano é mal por natureza e que o homem é o lobo do homem.

Sobre a amizade, sigo a perspectiva de Aristóteles, onde o homem que pode dizer que já teve ao menos um amigo em toda a sua vida pode considerar-se sortudo, no geral temos boas companhias: pessoas no nosso dia-a-dia das quais gostamos e temos afinidades, esse tipo de companhia é uma coisa muito importante na nossa vida.
Eu posso dizer que tenho um amigo: o meu irmão. Aquele que diz que tem vários amigos nunca conheceu e nem faz idéia do que é a verdadeira amizade como a que eu experimento com o meu irmão, portanto, não tem nenhum amigo.

Uma das minhas principais filosofias de vida se resume no clássico ditado: "cada macaco no seu galho", o que uma pessoa faz ou deixa de fazer com a sua vida não é da conta das outras pessoas, desde que é claro, isso não interfira diretamente na vida das mesmas, neste ultimo caso, não se torna mais uma questão particular, porém coletiva, sendo necessário chegar em um acordo.

O que as pessoas as vezes vêem mim como indiferença, eu chamo de tolerância, coisa que eu particularmente acredito que este mundo esteja precisando e muito, se as pessoas soubessem viver as suas próprias vidas e respeitar as diferenças sem querer impor seus gostos e opiniões aos outros, viveríamos em uma sociedade muito menos medíocre.

Sobre rótulos só tenho a declarar que rótulo é a mãe da casa do caralho, eu não sou gótico, metaleiro, punk, boy, patricinha nem o caralho a quatro, então pegue essas bostas de rótulos e enfie bem no meio do seu armário, onde possam ficar bem guardadinhos porque eu sou eu, sigo o meu próprio caminho e não me importo nem um pouco com essas bobagens.

  • 0 Affection
  • 0 Photo Views
  • 0 Followers
  • 1 Following
  • Belo Horizonte, Brazil