BLACK FRIDAY SALE: Save up to 60% on memberships for a limited time! Upgrade now

Chloe Boudoir Photography

Esta sou eu, chamo-me Sara Portugal, tenho 22 anos, sou natural de Coimbra, semi-residente em Tomar pois sou estudante do curso de Design e Tecnologia de Artes Gráficas no Instituto Politécnico de Tomar.

Quando resolvi criar este site, não quis ser mais uma fotógrafa que chega ao portfólio online e despeja os trabalhos que vai criando, para que possam ser vistos pelo público, por essa razão, optei por ter um blog fazendo com que o meu lado pessoal, como fotógrafa, fosse transmitido de forma mais dinâmica e pessoal para os meus visitantes. Assim, aqui, vou deixando algumas dicas pessoais, pensamentos e/ou desabafos relativos ao trabalho que apresento e também algumas das minhas inspirações e "mestres" das fotografia.
Como complemento, e mais uma forma do leitor me conhecer, tenho ainda um canal de YouTube, onde vou deixando também dicas, pensamentos e inspirações de forma mais concreta.

Além de vos apresentar aqui trabalho relativo a moda em nome pessoal, Sara Portugal, tenho ainda um segundo projecto dedicado ao boudoir. Este é assinado por "Chloe", pois quis separá-lo do meu restante trabalho, por ser realmente um projecto muito especial para mim, e penso que para todas as mulheres que nele participam.

Qual o objectivo da Chloe?
Primeiramente é aqui onde me vou simplesmente soltar e dar a conhecer, mas sobretudo, quero descobrir-me, lutar pelo maior sonho da minha vida, que é fotografar. Fotografar mulheres principalmente...

Mas porquê fotografar mulheres? Porque além de também o ser, e sinceramente com bastante orgulho, sou vaidosa, gosto de cuidar de mim, gosto de gostar de mim e gosto também, e o mais importante, sentir-me bem comigo, como tal, adoro valorizar e destacar o melhor perfil de uma mulher para que sinta tudo isto e mais ainda, quero a cima de tudo que todas as mulheres que fotografo se amem e admirem pelo que são. Isto porque acredito que as sessões fotográficas são capazes de milagres na auto estima de uma mulher e de qualquer outra pessoa do sexo masculino também, mas uma vez que sou mulher, para já é nelas que me concentro, ainda assim, nunca esqueci a ideia de transportar toda esta sensibilidade para boudoir masculino por assim dizer. Acho, no entanto, que eu preciso ainda de estudar muito bem a personalidade e pensamento do homem para que os possa entender e transportar tudo isto para uma fotografia que os realize.